terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Ainda que o dia amanheça...

(Foto Ben Goossens)

Ando pelas tabelas, de pé embaixo, lomba acima
renegando o legado imposto por desistência
de uma causa supostamente superior

e onde estive, enquanto me moldavam
mãos contrárias à sublimação do ser?

Reclusa, por certo, em algum atalho
petrechado nos entraves dos descaminhos

encravada numa dessas rupturas tão típicas
do desapego etático, profuso
no seu estado mais etílico

agora, canta prá subir! Entidade

preciso misturar a planta dos meus pés
aos arrebóis do novo dia

já que a madrugada desandou
num sufoco morno, meio rouco

cuspido e escarrado
qual pedaço de mim


Malu Sant'Anna

Um comentário:

Lena Casas Novas disse...

Oi Malu, tudo bem?! Hoje o portal faz 4 anos de vida!Venha comer um pedaço de bolo!
bjs